5 PRINCIPAIS TENDÊNCIAS DE RH PARA 2019

Já estamos em março. Para quem diz que o ano só começa após o carnaval, já pode ir aquecendo os motores e se atualizando em relação as tendências para 2019. Para os demais, acho que as coisas já estão bem quentes!

Juntamos para você as 5 maiores tendências em RH que vão marcar 2019 e dar continuidade a evolução da área pelos próximos anos.  

A tecnologia demorou a chegar ao RH, mas veio com tudo! Nas empresas, o RH é a bola da vez na hora de receber apoio e aporte tecnológico, especialmente na área de recrutamento, seleção, performance e cultura.

A preocupação com a gestão de pessoas e cultura organizacional nunca estiveram tão em alta. As tecnologias disponíveis ajudam a reduzir, finalmente, aquele monte de trabalho operacional da área, permitindo o foco no estratégico.

Enfim, vamos conhecer quais são as 5 principais tendências do RH para 2019:

1. Tratar as diferenças – Personalização

As pessoas tem investido cada vez mais no autodesenvolvimento. As opiniões se tornam mais fortes e os colaboradores, mesmo em situações de desemprego, deixam claro suas opiniões e crenças. Isso tem levantado a bandeira da diversidade e o principio da igualdade – tratar igualmente os iguais e desigualmente os desiguais – ganha ainda mais sentido.

Nos últimos anos a personalização tornou-se uma tendência. Ela pode ser notada na carreira em Y, benefícios flexíveis, planos de desenvolvimento individual (PDI). A ideia é apoiar as competências e características individuais dos funcionários.

Sem a tecnologia, isso gerava um excesso de controles, planilhas, sem falar na legislação que nunca ajudou muito a criatividade do profissional de RH.

Em 2019, essa flexibilização ganha força e se torna um forte aliado para aumentar o engajamento dos profissionais.

2. Analytics

O analytics já dominou várias áreas dentro das empresas. Esta é a vez do RH. Com o chamado RH 4.0, as decisões em relação a gestão de pessoas acontecem com base em dados concretos e estruturados.

Os RHs vão finalmente ter um grande dashboard para ajudá-lo a entender cenários e tomar decisões, diminuindo a subjetividade. Com o analytics é possível identificar tendências, situações críticas que impactam a produtividade, turnover, clima e até conflitos nas diversas áreas da empresa.

3. Atitudes e Comportamentos

Você vai dizer que já sabia!

Isso mesmo, finalmente as organizações e líderes perceberam que os fatores emocionais, não os técnicos, são os que realmente influenciam a motivação, performance e engajamento.

As organizações já perceberam que contratar profissionais com base em seus currículos é um verdadeiro tiro no pé. A tendência aqui é valorizar o networking e priorizar relacionamentos mais empáticos com o candidato. O objetivo é entender quem ele é como pessoa e não apenas como profissional.

Os talentos individuais que não conseguem compor em equipe ou compartilhar suas habilidades em benefício do todo, perdem prestigio. É comum encontrar profissionais com excelente formação e experiências sem o perfil adequado para a empresa. Antes isso era colocado em segundo plano. Em 2019, a tendência é valorizar o conjunto de valores e crenças dos profissionais, optando por aqueles capazes de compartilhar suas habilidades e talentos.

Aliás, a tendência será aceitar, reconhecer e trabalhar para que estas habilidades sejam desenvolvidas. Afinal, o conhecimento técnico é muito mais simples de ser desenvolvido do que as competências e atitudes.

Assim, uma das tendências do RH para 2019 é a revisão do processo de recrutamento e seleção.

O novo paradigma dá preferência para identificação de atitudes e comportamentos desejáveis, com um bom match para a organização – fit cultural.

Com essa tendência, os processos seletivos tendem a ser mais relacionais com empatia e maior profundidade, aumentando e dando sentido ao networking.

4. Inteligência artificial

Outra tendência é a inteligência artificial. Ela pode ser utilizada em diversas frentes, inclusive para melhorar a experiência de candidatos e colaboradores, seguindo as lógicas utilizadas para melhorar a experiência do cliente.

O uso de chatbots, por exemplo, facilita a comunicação do colaborador com a equipe do RH. Eles são capazes de responder dúvidas e orientar os colaboradores, a qualquer hora, de qualquer lugar. O RH se libera do tempo investido no atendimento dos profissionais e equipes.

5. Parceria com startups

Outra tendência é a parceria com startups disruptivas, que criam tecnologias e processos direcionados aos recursos humanos.

As HRTechs (como são chamadas as startups que prestam serviços para área de RH) desenvolvem tecnologias e serviços que diminuem as cargas operacionais dos RHs, ampliando a sua atuação voltada ao que realmente importa: desenvolver liderança e fortalecer a cultura.

Algumas dessas HRTechs, como os marketplaces de serviços, acabam por gerar renda e melhorar a qualidade de vida dos profissionais, reduzir custos, inclusão e mobilidade urbana.

Essas 5 tendências, e outras que não entraram nessa lista, podem mudar o panorama do RH e a maneira como é feita a gestão de pessoas. As empresas que estiverem atentas, vão se beneficiar, atraindo e retendo mais talentos, tornando-se mais competitivas em custos graças a um RH eficiente e moderno.

E você? Quais as tendências que deveriam ser incluídas a esta lista?O que você acha que podem melhorar a gestão de pessoas? Deixe seu comentário e vamos bater um papo!

Mais artigos e notícias.